O valor será investido integralmente no Programa de Infraestrutura Integrada

A Prefeitura de Caucaia conseguiu um feito inédito para o município. Pela primeira vez na história, a cidade teve pedido de financiamento internacional aprovado pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

No valor de US$ 80 milhões, o empréstimo junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) é o maior para o Ceará aprovado na última pauta da Cofiex, ocorrida no fim de novembro. Na cotação de hoje, com o dólar a R$ 3,45, o montante de Caucaia equivale a R$ 276 milhões.

O valor será investido integralmente no Programa de Infraestrutura Integrada, que prevê, dentre outras ações: requalificação do Centro da Sede, de praças e das principais avenidas do município, construção de viadutos e pontes, criação de ciclovias, ações de acessibilidade, recuperação de áreas urbanas, projetos de arborização e serviços de drenagem, saneamento e pavimentação.

“Caucaia ainda é precária em infraestrutura básica. É uma cidade que cresceu muito nos últimos anos e os investimentos não acompanharam esse inchaço. Com o empréstimo e as obras feitas, nós vamos recuperar a cidade de anos de atraso. Esse financiamento é uma vitória”, comemora o prefeito Naumi Amorim.

Aprovado o pedido de financiamento pela Cofiex, a Prefeitura espera agora a visita de uma missão da CAF. Algo que, segundo a secretária municipal de Governo e Articulação Política, Erika Amorim, deve acontecer em janeiro. Os técnicos do Banco farão visitas aos locais onde as obras serão executadas e participarão de reuniões com representantes da gestão municipal.

Caucaia terá quatro anos para executar o Programa de Infraestrutura Integrada. E 16 anos para pagar o empréstimo. A expectativa é de que o contrato de financiamento seja assinado logo após a missão da CAF para, em seguida, os processos licitatórios serem iniciados e as empresas que farão as obras serem definidas.

As obras devem iniciar em 2018. “A gente enxerga grandes potenciais em Caucaia, mas a cidade é muito apagada em relação a infraestrutura. Esse pedido de empréstimo foi uma atitude ousada, mas fruto de meses de estudo. Nós agora temos que focar nossas atenções e fazer acontecer. Porque a parte mais complicada nós já conseguimos. É uma vitória. Foi um excelente presente de Natal, porque sabemos como esse é um recurso difícil”, pontua Erika Amorim.

Ela destaca que não só a Sede será beneficiada pelo Programa. O Litoral e a Grande Jurema também receberão melhorias. “Nós estivemos em Brasília defendendo esse investimento e percebemos que havia uma timidez para enxergar que um projeto dessa importância pudesse ser pleiteado por um município do porte de Caucaia. Mas não é porque Caucaia nunca pleiteou algo do tipo que não possa nunca pleitear. Pedimos, fomos atendidos e vamos fazer”, finaliza a secretária de Governo e também primeira-dama do Município.

Com informações da ASCOM

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here