Queda da milícia no vale do Rio Eufrates finalizou saída dos jihadistas do país

Estado Maior da Rússia informou nesta quarta-feira (6) que a Síria foi completamente libertada do Estado Islâmico. De acordo com o chefe do Estado-Maior General russo, Valery Gerasimov, o restante dos terroristas remanescentes foram derrotados em Deir ez-Zor.

“Todas as formações do Estado Islâmico no território da Síria foram destruídas, e o próprio território foi libertado. O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou isso há uma hora ao comandante-chefe, o presidente Vladimir Putin”, disse Gerasimov.

Segundo ele, as tropas do general sírio Suhel Hassan derrotaram os militantes remanescentes na província de Deir ez-Zor e libertaram diversos assentamentos, aliando-se com as forças do governo que avançaram a partir do sul.

“Assim, hoje não existe território na Síria sob o controle do Daesh”, afirmou o chefe do Estado-Maior. Com informações da Sputnik News Brasil.

Fonte: Notícias ao Minuto

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here