Os casos, em sua maioria, não são graves e normalmente a infecção parte no momento do nascimento

conjuntivite neonatal ou conjuntivite nos bebês é um tipo de conjuntivite que afeta os recém-nascidos com menos de 28 dias de idade. Os casos, em sua maioria, não são graves e normalmente a infecção parte no momento do nascimento, caso a sua mãe tenha uma infecção sexualmente transmissível (IST), como clamídia ou gonorreia.
Segundo o site Vida Ativa, a conjuntivite neonatal também pode ser causada por uma infecção, alergênicos ou outros irritantes. A conjuntivite bacteriana e viral são muito contagiosas.

Conjuntivite química: A conjuntivite química está relacionada com uma irritação no olho pelo uso de colírios que são administrados ao recém-nascido para ajudar a prevenir uma infeção bacteriana. Por vezes, o recém-nascido reage às gotas e pode desenvolver conjuntivite química. Este tipo de conjuntivite geralmente não requer tratamento e raramente ocorre.

Conjuntivite gonocócica: A conjuntivite gonocócica é causada por uma bactéria chamada N. gonorreia. O recém-nascido obtém este tipo de conjuntivite pela passagem através do canal de parto de uma mãe infectada. Este tipo de conjuntivite pode ser prevenida com o uso de colírios nos recém nascidos na altura do nascimento. Geralmente começa cerca de 2 a 4 dias após o nascimento.

Conjuntivite de inclusão: A conjuntivite de inclusão é causada por uma infecção com Chlamydia trachomatis. Os sintomas incluem drenagem moderada dos olhos, vermelhidão dos olhos, inchaço da conjuntiva e algum inchaço das pálpebras. Este tipo de conjuntivite geralmente começa 5 a 12 dias após o nascimento.

Outras causas bacterianas: Após a primeira semana de vida, outras bactérias podem ser a causa da conjuntivite no recém-nascido. Os olhos podem estar vermelhos e inchados com alguma drenagem. O tratamento depende do tipo de bactéria que causou a infecção.

Fonte: Notícias ao Minuto

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here