Estrutura tem 800 milhões de vezes a massa do Sol

Um grupo de astrofísicos descobriu o mais distante e maciço buraco negro já observado. Trata-se de um buraco negro que tem 800 milhões de vezes a massa do Sol e foi descoberto graças aos telescópios Magalhães do Observatório Las Campanas, no Chile.

A descoberta, formada 690 milhões de anos depois do Big Bang, pode um dia ajudar a esclarecer uma série de mistérios cósmicos, explicando, por exemplo, a  forma como os buracos negros atingem tamanhos gigantescos tão rapidamente.

O ‘The Verge’ explica que este não é um buraco negro comum, pois está cercado por um disco super brilhante e altamente enérgico.

O estudo em questão foi partilhado na revista ‘Nature’ e no ‘Astrophysical Journal Letters’.

Fonte: Notícias ao Minuto

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here