Números deixam a área da Segurança em situação de alerta

O ano de 2017 foi difícil de ser esquecido tanto pela população, quanto pela área da Segurança Pública do Ceará. Os números registrados e divulgados pela própria pasta, são estarrecedores e um desafio para o setor.

Porém, a própria Segurança Pública, sabe que foi um ano em  que apesar dos esforços, perdeu foi feio para a violência. Nunca investiu-se tanto no setor, mas o crime organizado impôs “impiedosa” derrota ao setor organizado da sociedade.

O Governo do Estado, viu seus esforços naufragarem e acabou de joelhos perante os atos violentos das facções que dominam os quatro cantos da cidade. Apesar de mais  policiais, mais equipamentos, mais treinamentos nada fez arrefecer os impressionantes números.

Fechamos o ano com os incríveis números de 5.143 mortes por ações violentas. As tais facções impuseram acachapante derrota nas forças legais constituídas. Provaram que estão mais organizadas que o Estado de Direito.

Crimes de toda sorte. Ataques aos agentes de Segurança Pública. Ataques ao patrimônio Público. Ataques ao indefeso cidadão. Ataques ao  patrimônio privado. Assaltos, sequestros. Enfim, ações desnorteantes que deixaram um recado: Aqui quem manda é o crime organizado.

A esperança ( se é que ainda existe), é que em 2018, o crime organizado seja mais “bonzinhos” e, cheguemos ao fim do ano com números menores que 2017.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here